painel de energia solar painel de energia solar

Como o sistema de energia solar impacta o desenvolvimento da empresa?

7 minutos para ler

Em 2006, o Brasil tinha 8,7 mil sistemas de energia solar. De lá para cá, muita coisa mudou, desde as tecnologias aplicadas até o conhecimento do público a respeito do assunto — tanto que o país fechou outubro de 2019 com um total de 111 mil sistemas instalados. O crescimento impressiona, mas existe espaço para muito mais: apenas 1,2% da matriz energética brasileira é solar, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Investir em geração de energia solar fotovoltaica é ótimo para o bolso do empresário — que pode reduzir a conta de luz em até 95% — e também para a imagem do negócio. Empresa preocupada com geração limpa e renovável de energia é sinônimo de alinhamento às preocupações ambientais que são tão próprias da atualidade.

Neste artigo, explicamos como funciona um sistema de energia solar fotovoltaico, e como esse investimento pode trazer resultados que vão do financeiro ao departamento de marketing da sua empresa. Fique conosco e boa leitura!

O que é e como funciona um sistema de energia solar fotovoltaico?

Você reparou que estamos falando em sistema de energia solar e não simplesmente em aquecimento solar, expressão também muito comum? Pois é, essa diferença é um ótimo ponto de partida para entendermos essa história. 

Na verdade, aquecedores solares têm sua função limitada ao aquecimento de água e são bastante populares em residências, esquentando a água de chuveiros e torneiras. Nesse caso, o sistema é composto, basicamente, pelas famosas placas solares e um reservatório.

Já quando falamos em um sistema solar fotovoltaico, nos referimos, efetivamente, à radiação solar sendo transformada em energia elétrica, podendo ser usada em qualquer aparelho movido à força elétrica. Para que isso aconteça, além dos painéis solares, é necessário também o inversor e, em alguns casos, baterias.

Como funciona

De maneira simples, tudo começa nos painéis solares, que devem ser instalados de modo a receberem a maior exposição possível à luz do sol. Essas placas têm as chamadas células fotovoltaicas, normalmente de silício. Quando os painéis são atingidos por partículas de luz (os fótons), esse choque causa o deslocamento de elétrons e, por fim, corrente elétrica.

Agora é hora de transformar essa corrente contínua, que é gerada nos painéis, em corrente alternada, o tipo consumido pelos equipamentos elétricos. É aí que entra o inversor, responsável por essa conversão. A partir daí, a energia está pronta para ser distribuída e usada em sua rede.

Quais são os benefícios de ter um sistema de energia solar em empresas?

Como falamos logo no início do texto, existem dois eixos principais que devem ser observados pelo empresário que estuda a instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica em seu empreendimento. 

O primeiro é de ordem financeira, já que a redução dos gastos com a conta de luz é sensível e imediata. O segundo conversa com áreas da organização como o marketing e as relações públicas. Uma empresa só tem a ganhar ao ser reconhecida pela preocupação com a questão ambiental e a geração de energia limpa.

Reduz custos de maneira estratégica

A redução na conta de luz pode chegar a incríveis 95% e não existe risco nem de desperdício e nem de apagão. Vamos explicar essa história.

O Brasil é um país privilegiado quando o assunto é luz do sol. Praticamente todo o território nacional recebe mais do que 2 mil horas/ano de luz solar e algumas regiões, como o litoral nordestino, por exemplo, chegam a ultrapassar a marca de 3 mil horas/ano.

Com todo esse sol, é comum que a produção ultrapasse o consumo. Quando isso acontece, a energia excedente é enviada para a concessionária responsável pelo fornecimento de eletricidade na sua região e, em troca, você recebe aquela produção na forma de créditos (em quilowatts) com validade de 5 anos.

Powered by Rock Convert

Além disso, o sistema tradicional de geração de energia continua ativo e é automaticamente acionado em caso de necessidade. Viu? Nem apagão, nem desperdício. 

Branding

Branding nada mais é do que o processo de gestão da sua marca. Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, define o termo como aquilo que as pessoas falam da sua empresa quando você não está na sala.

Em tempos de aquecimento global e empresas sendo cada vez mais cobradas para demonstrarem altos nível de responsabilidade ambiental, é uma ótima notícia para qualquer gerente de marketing saber que a companhia decidiu adotar um sistema de energia solar. 

Apesar de representarem apenas 20% do total de sistemas solares instalados (a maioria está em residências), as empresas respondem por mais de metade da energia gerada por esse meio no Brasil.

Empresas que dão esse passo em direção ao futuro e optam pela instalação de sistemas de energia solar também estão fazendo uma escolha sobre como querem se apresentar a investidores, colaboradores e clientes. É uma ação que pode — e deve — ser divulgada em redes sociais, comunicações internas e junto à mídia local. 

Quais são os passos para instalar um sistema de energia solar em sua empresa?

Antes de passarmos ao nosso passo a passo, é preciso deixar claro que a instalação de um sistema como esse não é algo limitado a empresas com certo porte. Todo o processo de instalação deve ser feito sob medida, ou seja, tudo começa com uma análise de viabilidade técnica e financeira, garantindo que o projeto atenda às necessidades do contratante.

Para que isso aconteça, o passo zero é exatamente entrar em contato com uma fornecedora que tenha a experiência e o know-how necessários para entregar esse nível de serviço. Esse é o caso da Moove Energia, que entrega soluções em energia solar desde 2008, atendendo residências, empresas e instituições públicas. 

Análise e projeto

Nesta etapa, é feito um estudo do consumo de energia nos últimos 12 meses, além de uma análise da área, irradiação, sombreamento e, claro, do prazo de retorno do investimento — ou seja, em quanto tempo a economia com a conta de luz vai pagar o investimento feito. 

Análise em mãos, é hora de transformar esse estudo em um projeto de engenharia. É aqui que se tem uma visão clara de equipamentos e adaptações necessários e de quanto é o investimento total. 

Instalação

Antes de partir para a instalação do sistema, é preciso cuidar dos trâmites junto à concessionária local de energia e, claro, providenciar todos os equipamentos junto aos fabricantes. Tanto a burocracia quanto o fornecimento das peças deve ser de responsabilidade da empresa.

Por fim, mãos à obra. A Moove Energia, por exemplo, se responsabiliza pela viabilização técnica e a instalação do seu projeto solar de ponta a ponta. Fica a cargo da empresa contratada, basicamente, entregar o sistema funcionando.

Manutenção 

Agora que a mágica já está acontecendo, é só acompanhar os resultados e realizar a manutenção preventiva. O ideal é que você possa acompanhar a geração de energia de maneira prática, como em um aplicativo para celular, por exemplo.

A manutenção, em si, é praticamente zero e consiste no acompanhamento do bom funcionamento do sistema, checagem do estado das placas e limpeza, para eliminação de poeira e fezes de aves. Os modelos mais vendidos contam com garantias de fábrica que vão de 10 a 25 anos e funcionam, pelo menos, 25 anos sem perda de desempenho. 

Gostou de aprender mais sobre o que um sistema de energia solar pode fazer pelo seu negócio? Então, que tal entrar em contato com a Moove Energia? Com alguns dados e uma foto da sua conta de energia, podemos oferecer um orçamento sob medida e sem compromisso. 

Powered by Rock Convert
Posts relacionados