Energia solar para residência: por que você deveria investir nela?

8 minutos para ler

O Brasil tem enfrentado grandes desafios quanto à disponibilidade energética. A nossa matriz energética, que dependente quase exclusivamente das hidrelétricas, está perto de entrar em colapso, e os consumidores precisam pagar por altas tarifas para ter eletricidade em casa. A energia solar para residência aparece, então, como uma alternativa cada vez mais viável.

Limpa e segura, ter uma fonte diferente de eletricidade em casa é uma ótima forma de economizar. O investimento inicial, considerado alto por muitos, tem diminuído paulatinamente e a economia que o usuário terá com a conta de luz justifica e compensa. Além disso, o Brasil é um país bastante propício para a energia solar, por ser tropical e ter muitos dias de sol durante o ano.

Para explicar melhor sobre o assunto, continue a leitura e entenda os motivos e benefícios de investir em energia solar para residências. Boa leitura!

Por que investir em energia solar para residências?

É uma energia limpa

Um dos motivos mais nobres para se investir em energia solar é porque ela é renovável — ou seja, não gera impactos ambientais e nem produz gases poluentes que contribuem para o aquecimento global. A não emissão desses gases tóxicos à sua saúde preservam a sua qualidade de vida, assim como a qualidade do meio ambiente.

A energia solar é muito competitiva no cenário futuro, em que combustíveis fósseis, como o petróleo, gás natural e carvão mineral, podem não estar mais disponíveis. Dessa forma, por produzir a própria eletricidade você terá a certeza de que está contribuindo para um mundo melhor para todos.

Apresenta um excelente custo-benefício

Existe um mito atribuído a um certo desconhecimento de dados atuais por parte da maioria das pessoas, de que essa forma de obter energia é cara e complexa. No entanto, ela é justamente o contrário disso.

É fato que será necessário um investimento inicial, e até a década passada só fazia sentido para empresas e indústrias. Contudo, atualmente, com o entendimento de seus benefícios, o mercado está aquecido e competitivo, viabilizando a implantação dos microgeradores também em residências.

Com a energia solar você conseguirá uma economia de até 95% em sua conta de luz, sendo que em cerca de 3,5 a 5 anos já terá economizado a mesma quantia que gastou na instalação.

Para verificar a viabilidade do equipamento em sua residência, você deve contar com o auxílio de empresas especializadas. Elas farão uma média dos seus gastos e um estudo para determinar o quanto de eletricidade você precisa produzir, qual a quantidade de módulos e em quantos anos haverá o retorno do investimento.

É de fácil instalação

Outro mito é sobre a dificuldade de instalação, pois, muitos acreditam que é preciso realizar grandes reformas. Na verdade, a fiação é a mesma que você já tem, e será preciso acrescentar apenas as placas fotovoltaicas e o inversor. Esse equipamento é responsável por transformar a corrente elétrica contínua produzida pelas placas em corrente alternada que é a que usamos em casa.

Reduz o valor na conta de luz

O uso de energia solar fotovoltaica gera uma economia que pode variar de 50% a 95% na conta de luz. Isso ocorre porque há uma diminuição do consumo de energia que vem da concessionária energética da sua região e uma utilização de créditos de energia solar.

Esses créditos funcionam da seguinte forma: o excedente de eletricidade produzida pelo seu gerador é repassado para a concessionária da sua região, gerando créditos que podem ser utilizados para abater a sua conta de energia em um prazo de até 60 meses. Então, durante a noite e em dias chuvosos, você precisará da eletricidade convencional, mas não necessariamente pagará por ela.

Para ter acesso a este tipo de serviço, é necessário cadastrar a sua residência na rede de distribuição da sua cidade, informando os dados sobre o microgerador que você tem, entre outras questões. A rede deve ser procurada para esclarecimento de maiores dúvidas.

Powered by Rock Convert

É silenciosa e sem incômodo

Ao contrário de outras fontes de energias alternativas, a solar não gera barulho ou mau-cheiro, como no caso da eólica e biogás, respectivamente. Dessa forma, ela é ideal para ser adotada em residências, pois, não atrapalha a tranquilidade e conforto da sua família.

Valoriza o imóvel

Cada vez mais, a sustentabilidade tem ajudado proprietários de imóveis a valorizá-los. Isso acontece por conta do marketing verde, que atrai muitos consumidores, e dos benefícios que um imóvel tem ao adotar medidas sustentáveis, como a implantação de energia solar. Entre as vantagens, destacam-se: a autonomia energética e economia na conta de luz, além da isenção de alguns impostos oferecido em algumas cidades.

Como é a instalação da energia solar?

Primeiramente, para que todos os benefícios apontados sejam garantidos durante o processo e a implantação do microgerador em sua casa, é importante que você conte com a consultoria de profissionais e empresas especializadas no assunto. Essa empresa fará um levantamento das suas contas de energia a fim de determinar qual o seu gasto médio e o que você precisa para valer a pena.

Também será necessário analisar a localização da sua residência para saber a melhor posição para a instalação das placas fotovoltaicas. Na maioria das vezes elas são colocadas no telhado, mas quando isso não é possível, devido à posição do sol ou outra questão, elas podem ficar no seu quintal, no chão ou elevadas.

Então, com o projeto feito, é preciso fazer um processo chamado “Parecer de Acesso”, que nada mais é do que informar à concessionária de energia da sua região que você usará energia solar na sua casa, podendo fornecer o excedente como créditos para abater futuramente.

Depois, é hora de fazer a instalação do sistema. Para isso, você deve escolher materiais de qualidade, pois eles são mais eficientes e tem uma vida útil maior. O microgerador é composto pelas placas voltaicas e o inversor, mas existe também o modelo de aquecimento solar que é utilizado para esquentar a água. Nesse caso, será necessário alguns itens a mais, como a caixa de água e encanamento para a água aquecida.

Por fim, a concessionária fará uma verificação e, caso tudo esteja dentro dos padrões, ela fará a homologação do seu gerador.

Quanto custa ter energia solar residencial?

Com relação ao custo da implantação, há uma variação que depende do quanto você consome. Atualmente, para atender uma família de 4 a 5 pessoas, o investimento inicial no equipamento para gerar cerca de 3,3 Kwp seria de R$ 20.000 a R$ 26.000. Pode parecer alto, mas se considerarmos que essa mesma família gaste R$ 500,00 com a conta de luz, se ela conseguir economizar 80% com o novo sistema, o retorno viria em menos de 5 anos.

No entanto, está cada vez mais barato ter energia solar em casa. Um relatório da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) constatou que o preço dos sistemas fotovoltaicos deve cair até 59% até 2025. A procura maior por esse sistema tem incentivado a indústria de silício no Brasil — material usado nos painéis fotovoltaicos e o qual o país é um dos maiores produtores mundiais.

Se com essa informação, você pensa em esperar o preço diminuir mais, saiba que essa opção não é tão vantajosa, já que a economia que você terá com a conta de luz em um ano será maior do que o quando cair os custos de instalação. Além disso, existem diversas linhas de créditos e financiamento específicos para esse fim que valem a pena analisar.

O custo também é influenciado pela infraestrutura disponível, como se os painéis serão colocados em um telhado, a altura, sua estrutura e facilidade de acesso. A distância do ponto de conexão é outro fator, já que quanto mais longe, mais cabeamento e conduítes será necessário. Em alguns casos, os consumidores optam por sistemas de autoconsumo remoto ou compartilhado, o que também varia gasto total, embora possa ficar mais barato para todos os usuários.

Sendo assim, a energia solar para residência é uma excelente opção quem deseja economizar ou que esteja interessado nas questões ambientais e queira contribuir para o desenvolvimento sustentável de nossa sociedade. Atualmente, há vários mecanismos que tornam a sua implantação mais simples e fácil, além da possibilidade de investimento por pessoa física. Estude cada um deles e escolha o melhor para o seu perfil.

E então, entendeu todos os benefícios e etapas da instalação a energia solar para residência? Curta as nossas redes sociais e saiba muito mais sobre o assunto — estamos no Facebook e no Instagram.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe uma resposta